quinta-feira, outubro 09, 2008

Procuro-me


Sem mais nenhum critério
Busco sentir conforto qualquer
Desvendando o seu mistério
Nesse corpo que me quer.

Sem nenhuma vaidade
Percorro todos os seus cantos
Nessa enorme variedade
De segredos.

Com tamanha ansiedade
Beijo a boca sua
Como jovem de pequena idade
Deflora uma flor nua
À procura de si mesmo।


Marighetti

5 comentários:

flowergirl disse...

Meu corpo te quer
Meus segredos são seus
Minha boca suplica um beijo seu.

Flor em Roda disse...

Quem é você?
rsrsrsr

flowergirl disse...

eu...sou tudo que é ilegal, imoral ou engorda!
Quem sou eu?

Flor em Roda disse...

Ahhh tá.
Fico feliz que tenha visitado o blog.

Biana disse...

passei aqui.